Lifestyle, Maternidade

E quando precisamos de fazer um DVL ?(um desliga e volta a ligar a nós mesmos)

Quando criei este blog, o principal objectivo era de expor aqui temas relacionados com a aprendizagem das crianças e adolescentes. Um blog destinado essencialmente a pais e também professores, com uma visão clarificadora das preocupações dos mesmos face aos seus filhos e à escola. Sou psicopedagoga e como tal, é isso que sei fazer ao longo dos quase 14 anos de experiência profissional.

No entanto, desde que fui mãe, temas como a maternidade e a parentalidade, suscitaram em mim um grande interesse, na qual nos últimos dois anos tenho dedicado muito do meu estudo e formação a estes temas. 

De repente, dei por mim, a querer desistir de trabalhar com crianças para abraçar o mundo da formação e orientação parental, bem como a professores e educadores. É como me sentisse no dever de fazer parte integrante deste novo paradigma que cada vez mais está a desenvolver raízes em Portugal, mas que ao mesmo tempo, ainda há tanto para dizer e ensinar junto dos pais e professores. São métodos e formas de educar de décadas e décadas que aos poucos, na minha geração, estão a deixar de fazer sentido, para se procurar o lado mais humano e emocional deste processo que é, educar uma criança.

E sinto que preciso fazer mais para além do meu papel de mãe. Sinto que preciso de passar a outros pais e educadores, o que sei e aprendi sobre parentalidade e educação positivas. Sinto que o meu papel enquanto psicopedagoga deve abrir-se a novos caminhos e desenvolver novos projectos.

Outro objectivo de quando criei este blog, foi e é, dar a imagem de pessoa humana sem filtros que sou, para além de psicopedagoga. É mostrar as minhas imperfeições, mesmo quando se sabe a teoria, é mostrar a mulher e mãe neurótica ou a mulher e mãe que conhece os seus limites e aceita-se. É mostrar a mulher real, imperfeita dentro duma dança entre o conhecimento científico e o seu instinto de mulher impulsiva e espontânea que sou.

Por último, quero que este blog seja a vossa voz interior. Quero mostrar-vos que mesmo sendo psicopedagoga tenho na mesma os meus dilemas, as minhas frustrações, tenho uma vida imperfeita dentro dum equilíbrio normal que é a própria vida.

Isto tudo para vos dizer que sim, que nos últimos meses tive que desligar, para perceber o que quero continuar a fazer, o que quero largar e deitar fora e o que quero largar e guardar para poder ligar e recomeçar mais leve e limpa, na mente e na alma.

Que este blog seja a plataforma inicial para dar início a novas formas de estar na vida.

 

Vera Oliveira

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s